segunda-feira, 9 de abril de 2012

Projeto ganha novo nome e nova marca

O Projeto SIGS (Sistema de Informações Georreferenciadas Sedur), cuja antiga denominação era Zeus, agora está com novo visual e uma nova marca. A nova versão do sistema que, entre outros recursos, possui o módulo de pleitos, será apresentado amanhã para o Secretário da Sedur.

O novo design do sistema contempla várias melhorias de usabilidade, algumas destas melhorias atendem a solicitações da própria equipe técnica da Sedur.




segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Implantação da Infraestrutura do Zeus

Na última quinta-feira (27 de outubro), foi feita a implantação da infraestrutura do projeto Zeus nas instalações da própria Sedur. O servidor (hardware) disponibilizado para esta instalação foi um Dell PowerEdge 2900 com dois processadores Xeon quad-core, 4Gb de Memoria RAM e 2Tb de armazenamento em disco. Para garantia de performance e redundância, os discos rígidos foram configurados em RAID 10.
O Sistema Operacional (SO) escolhido para esta arquitetura foi o GNU/Linux Ubuntu Server em sua versão 11.10 de 64bits. A estrutura de partições foi organizada conforme mostrado a seguir:

  • Raiz do Sistema Operacional (SO):
    • Caminho: /
    • Tamanho em GB: 589
  • Local de instalação do Zeus e outros arquivos do SO:
    • Caminho: /var
    • Tamanho em GB: 100
  • Arquivos e diretórios pessoais dos usuários do SO:
    • Caminho: /home
    • Tamanho em GB: 100
  • Partição destinadas ao armazenamento das ortofotos:
    • Caminho: /geo
    • Tamanho em GB: 200
  • Memória virtual do Linux:
    • Denominação: Swap
    • Tamanho em GB: 10
Para gestão dos dados georreferenciados, a OpenGEO implantou a última versão do phpPgGIS, solução desenvolvida pela própria OpenGEO.


domingo, 29 de maio de 2011

Entendendo o relacionamento entre processos

Quarta semana de trabalho nesta nova fase e a coleta de informações referentes a pleitos continuam. Foram realizadas diversas entrevistas e mapeamentos de processos tudo a fim de encontrar pontos de relacionamento entre as diversas superintendências, diretorias e coordenadorias da SEDUR, traçando assim os caminhos percorridos por um pleito desde seus primórdios.

Mas porque não começar simplesmente a programação de pequenos módulos isolados referentes à cada pequena parte da SEDUR, para em seguida fazer uma grande junção desses módulos e "interligar" tudo?

Imagine aquela funcionalidade que um programador demorou muito tempo para implementar naquele módulo e no final ele descobre que seu colega, que estava fazendo outro módulo, teve que implementá-la também. Tudo pela falta de comunicação.

Mas para você que está lendo esse post e acredita que isso não interfere sua vida, imagine a seguinte situação em seu trabalho: você é um funcionário exemplar de suas atribuições, e como em toda empresa, você depende do trabalho de outros para executar o seu.

Certo dia você percebe que o processo como um todo está atrasando os prazos estipulados por seu chefe. A culpa não é sua, claro. Afinal você realiza exemplarmente as suas funções. Com certeza deve ser culpa daquele seu colega que executa a função depois de você ou daquele que a executa antes. Será? Mas afinal, o que eles fazem mesmo?

É ai que muitas vezes você percebe a necessidade de entender o processo como um todo. A ausência de comunicação na execução das atividades é um característica relacionada a sistemas não integrados e processos de negócios não consolidados (ou, até mesmo, indefinidos).

Agora imagine se você contemplasse o processo como um todo. Você saberia o que um pequeno ajuste em dada área poderia gerar uma maior produtividade em toda a sua empresa, você saberia as repetições desnecessárias de um processo que ocorrem várias e várias vezes na sua empresa.

Por isso a fase de mapeamento de processos é tão importante, ajudando a perceber gargalos e a concepção de todo o processo, a fim de sugerir alternativas para solucioná-lo e customizá-lo.

Para um entendimento maior sobre o assunto, veja esse link que comenta sobre o Lego Lean Game, uma forma de entender como o conhecimento dos vários processos ajuda a entender e melhorar um processo como um todo: http://www.agileandart.com/2010/07/21/lego-lean-game/

domingo, 15 de maio de 2011

Mapeamento do processo de pleitos em ritmo acelerado

Na semana do dia 09 de maio teve início a fase de mapeamento de processo de pleitos. O trabalho de mapeamento de processos de negócios é fundamental para construção de um sistema que atenda exatamente as necessidades da Sedur. Poucos projetos governamentais (Municipal, Estadual ou Federal) consideram a importância de tratar a inteligência geográfica no âmbito dos processos de negócio. Normalmente as tecnologias geoespaciais são colocadas na frente da discussão dos processos. No Zeus, a ordem correta está sendo seguida e os processos de negócio estão sendo tratados de forma prioritária.

Os grandes processos de uma instituição normalmente possuem alta transversabilidade, ou seja, impactam vários setores. O processo de pleitos se enquadra neste cenário possuindo atividades relacionadas a várias coordenadorias e direções da SEDUR. A compreensão das relações entre tais áreas gera uma visão mais holística do processo como um todo.

Este trabalho seguirá nas próximas semanas e a equipe da OpenGEO está conduzindo as entrevistas com os diversos grupos relacionados com o processo de pleitos no âmbito da Sedur. Acompanhe este blog para saber novidades sobre o projeto.

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Workshop do projeto Zeus apresenta as metas para 2011

No dia 04/05/2001, os servidores da Sedur estiveram reunidos na Universidade Corporativa da Embasa com objetivo de conhecer as metas do projeto para 2011 e também para conhecer os resultados colhidos até o momento.
O projeto Zeus é uma das principais iniciativas na área de modernização da gestão no âmbito da Sedur (Governo da Bahia). Além de trazer conceitos inovadores onde os recursos relacionados às tecnologias geoespaciais são tratados numa visão orientada aos processos de negócios, o Zeus irá resultar num dos maiores sistemas 100% em software livre no âmbito do Governo da Bahia.
A abertura do evento foi feita por Roberta Santana. A apresentação do workshop foi feita pelos profissionais da OpenGEO, o Engenheiro Helton Uchoa e o Geógrafo Antônio Marcos.













sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Entendendo a complexidade do desenvolvimento do Projeto Zeus

Muitas pessoas não compreendem a real complexidade de desenvolver um projeto de gestão corporativo com inteligência geográfica (Geoprocessamento) onde uma equipe multidisciplinar trabalha integrada com diversas atividades diferentes: Analistas de Requisito, Analistas de Negócio, Arquitetos de Software, Consultores (Engenheiros, Geógrafos, Administradores, Economistas, etc), Administradores de Banco de Dados (DBA) e Desenvolvedores. Muitos projetos de geoprocessamento desenvolvidos, até mesmo em nível departamental, fracassam por falta de uma compreensão da necessidade de uma boa gestão de uma equipe multidisciplinar.

A OpenGEO publicou este vídeo onde mostra uma situação real do Projeto Zeus que está sendo desenvolvido para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Governo da Bahia. Este projeto engloba é um dos maiores sistemas em software livre em implantação no Governo da Bahia.

O vídeo destaca as ações da equipe da OpenGEO na perspectiva do repositório de desenvolvimento do sistema. Vale a pena conferir.

sábado, 15 de maio de 2010

Metodologias adotadas no projeto ZEUS serão destaque no Congresso Brasileiro de Cartografia

No próximo dia 18, será apresentado no XXIV Congresso Brasileiro de Cartografia o trabalho MAPEAMENTO DE PROCESSOS COM INTELIGÊNCIA GEOGRÁFICA PARA DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS CORPORATIVOS. Esta publicação técnica marca a primeira produção formal de conhecimento inovador no âmbito do projeto ZEUS que será apresentada para a sociedade científica.

O evento ocorrerá em Aracajú/SE e a apresentação deste trabalho está marcada para 18/05 às 16:50. Mais detalhes sobre o evento podem ser encontrados no site: www.cartografia.org.br.